DEPOIMENTOS



Camila Ascoli Beiler

“Conheço a Aninha desde o berço, literalmente. Crescemos e vivemos a infância grudadas. Quantas memórias boas! Hoje rendem boas risadas! Nunca imaginei tê-la como professora e muito menos como uma chef de cuisine. Uma profissional de alto gabarito. De uma simplicidade e sofisticação que se misturam em uma linha invisível e enchem nossos olhos de beleza e nos traz sabores dos deuses! Nossos encontros culinários nos reaproximaram depois de anos, trazendo somente coisas boas. Ela é das poucas pessoas que consegue que eu experimente novos sabores e texturas, tarefa que jamais alguém teve tanto sucesso. Ana , sou apaixonada pela tua cozinha e ARTE!!! E super agradeço por compartilhares teus segredinhos conosco.”

Marina |Otte

“O que seria da vida se não os pequenos, na verdade grandes, prazeres que damos a ela. O prazer de comer, o prazer de reunir o prazer de alguém que tem o prazer em ensinar tudo que para muitos pode ser considerado ‘segredo’. Obrigada, Ana.”  

Luiza Beatriz Gonçalves

“As aulas de culinária da doce Ana: encontros mágicos, que mensalmente aguardava ansiosamente para não só colocar o papo com as amigas em dia mas sim vivenciar uma experiência gastronômica cheia de sabores, emocionalmente apetitosas a cada garfada! Estas aulas deixavam minha semana incrivelmente mais feliz, pelos deliciosos encontros e pois em cada aula aprendi várias receitinhas deliciosas para transformar minha vida de recém casada muito mais divertida e saborosa! Ana, obrigada por toda a paciência com minhas perguntas um tanto estúpidas, pelos atrasos e conversas paralelas, e gostaria de agredecer imensamente por cada receita mágica compartilhada! Vou sentir muita falta desta professora tão fantástica! Um beijo grande.”

André de Souza

“Uma das coisas que mais admiro na Ana é a sua sensibilidade para perceber e se encantar com o toque individual de um preparo, com as condições únicas que fazem a singularidade de um prato, seja pela receita de um chef renomado, seja pelas mãos de uma cozinheira de um restaurante de bairro. Na sua companhia, gastronomia é, de fato, cultura, mas sem frescura!”  

Estela Menegatti

“A Aninha não só consegue, com paciência e dedicação, passar-nos boa parte de sua notável experiência gastronômica, mas, principalmente, demonstrar que é possível, como na vida, harmonizar os diferentes temperos aos mais exóticos ingredientes de uma exuberante cozinha.”